terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Ricardo recebe organizadores de evento internacional de kart que será realizado na Paraíba

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, segunda-feira (15), com os organizadores da Olimpíada Mundial do Kart (Rotax Max Challenge Grand Finals), que será realizada de 26 de novembro a 1 de dezembro deste ano, no Kartódromo Paladino, no Conde. O evento vai atrair para a Paraíba cerca de 360 pilotos de mais de 60 países, além de amantes do kart do Brasil e do mundo. Este evento internacional ocorre há 18 anos em vários países, sendo a primeira vez que acontecerá na América do Sul. A edição anterior foi realizada em Portugal.

Também participaram da reunião o secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, o chefe de Gabinete do Governador, Nonato Bandeira, representantes do Circuito Paladino, da Rotax Max Challenge, da Confederação Brasileira de Automobilismo e outros envolvidos na realização da Olimpíada Mundial do Kart na Paraíba.

Na ocasião, Ricardo Coutinho comentou que o evento vai dar visibilidade mundial ao Estado e causar um grande impacto turístico e econômico na região. “É uma competição que vai movimentar a rede hoteleira, gerar empregos, além de cerca de 20 mil diárias em hotéis. Estaremos à disposição para colaborar no que estiver ao alcance do poder público. Já ajudamos na melhoria da infraestrutura da área e teremos um plano de segurança para que o evento ocorra com tranquilidade. A Olimpíada Mundial do Kart vai colocar a Paraíba como destaque neste esporte”, observou.

“Esse evento tem um conceito único no mundo, porque dele só participam os melhores do kart mundial. Teremos aqui 60 países muito bem representados por aqueles que foram vencedores em seus respectivos locais de origem. A partir de agora, a Paraíba vai ser vista no mundo esportivo como a sede do maior evento do kart, isso vai movimentar a economia e o turismo do Estado”, afirmou o coordenador das Finais Mundiais 2018, Arnaldo Frias.

De acordo com o representante da Rotax no Brasil, Wilton Santos, o evento é grandioso e vai atrair em média 2.500 pessoas para a Paraíba. “Isso tem uma contribuição enorme para a Paraíba e para o Brasil. Por cerca de 15 dias este Estado será a sede do kart no mundo, o que vai ser muito bom para a economia paraibana. Tenho certeza que faremos um excelente evento, com toda a estrutura adequada”, garantiu.

O Kartódromo Paladino possui pista demarcada de acordo com os requisitos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), com arquibancadas, vestiários, boxes, restaurante, salas VIP, estacionamento, entre outros itens necessários para a realização da Olimpíada Mundial do Kart.

“É um evento de porte mundial, sendo a primeira vez que ele ocorre nas Américas, justamente no Paladino, na cidade do Conde. A Paraíba concorreu com Dubai e venceu a disputa para sediar as finais mundiais. Isso é algo muito significativo em todos os sentidos”, comentou o diretor do Circuito Paladino, George Crispim.

Secom-PB 
Foto: Francisco Franca
Share:

Prefeitura apresenta projeto de colaboração turística entre João Pessoa e Ushuaia

O projeto que vai estreitar os laços turísticos entre as cidades de João Pessoa e Ushuaia (Argentina) foi apresentado nesta terça-feira, 16. Chamado de “quando os extremos se encontram”, o projeto de geminação das duas cidades visa a uma colaboração mútua de divulgação de ambos os destinos. O evento aconteceu no Hotel Skyler, no Cabo Branco, e contou com a presença do vice-prefeito da Capital, Manoel Júnior.

A Capital paraibana é a cidade que ocupa a posição de extremo oriental das Américas, enquanto a cidade argentina é a mais setentrional da América do Sul.O vice-prefeito, Manoel Júnior, destacou que o projeto é mais um passo na interação entre as cidades turísticas do chamado “Cone Sul”. “A equipe da Secretaria de Turismo está de parabéns pela iniciativa. Essa interação vai gerar emprego e renda nos dois lugares e principalmente colocar João Pessoa nessa agenda de turismo positivo”, disse.

A geminação de cidades tem como objetivo criar relações e mecanismos para que essas localidades estabeleçam laços de cooperação. Estes acordos geram intercâmbio cultural, partilha de conhecimento, ensino, bem como políticas empresariais. No mês de fevereiro uma delegação de João Pessoa estará na cidade argentina para divulgação do turismo e cultura da Capital paraibana.

O secretário de Turismo, Fernando Milanez, está otimista com os resultados da parceria. “Vamos em uma comitiva no mês de fevereiro à cidade de Ushuaia como parte do processo desse intercâmbio cultural. Precisamos saber que tipo de turista frequenta a cidade e apresentá-los João Pessoa. Estamos trabalhando para inserir nossa cidade,cada dia mais,na rota do turismo internacional”, afirmou.

Por Luiz Carlos Lima - Secom
Foto: Kleide Teixeira
Share:

Projeto Iaras reúne mulheres compositoras em oficinas, apresentações e workshops

Um evento inédito que visa reunir diversas compositoras da Paraíba com a finalidade de reforçar e criar os laços entre elas e chamar a atenção para a importância de suas atuações como agentes criadores na nossa cultura. Este é o principal objeto do Projeto Iaras, uma iniciativa que  vai oferecer a mulheres em geral, que gostam de escrever poemas e/ou canções/ melodias e contos/prosa/verso, sejam profissionais ou não; uma série de atividades que estimulem e inspirem a capacidade criativa das participantes. O encontro acontece no próximo sábado (20), a partir das 15h, na Usina Cultural Energisa. A entrada é franca.

“Esta é a primeira edição do Projeto Iaras! Este projeto é oferecido de forma gratuita para todas as mulheres e o acesso será restrito unicamente à capacidade de lotação do espaço utilizado em cada oficina. Cheguem junto, mulheres! Não é um concurso, é um encontro de Iaras”, celebra a cantora e idealizadora do projeto, Val Donato. O projeto tem apoio da Rádio Tabajara, Orgânica Produtora Audiovisual e Vivass Assessoria & Comunicação.

No local, haverá um varal poético para gerar e registrar em vídeo parcerias entre as participantes de forma espontânea, pocket show com Tanto Canto Coletiva Artística, Grupo Baque Mulher e As Calungas e banca de venda de livros/ discos/ obras de autoras paraibanas. A partir das 21h, no Café da Usina, um show com várias compositoras paraibanas, como Renata Arruda, Mira Maya, Val Donato, Nathalia Bellar, Regina Limeira, Gabriella Grisi, Gabriella Villar, Juliana Almeida, Gitana Pimentel, Tamires Amaral, Katarina Nepomuk , Débora Malacar, entre outras.

O propósito - As mulheres representam mais de 50% da população mundial e o Brasil segue essa estatística. Em tese, a representatividade das mulheres em todas as áreas deveria seguir essa proporção, mas não é isso que acontece na prática - essencialmente, nas expressões artísticas e mais ainda no âmbito da criação/composição. Isso instiga uma reflexão sobre as causas dessa realidade e como diminuir essa distância na proporção de homens e mulheres sendo reconhecidos no meio artístico e criativo. “Foi a partir desta reflexão que surgiu a ideia de realizar um encontro de compositoras paraibanas afim de reunir, estimular  e  convocar as nossas mulheres ao exercício da composição poética e musical”, justifica Val Donato.

O nome, Iara, significa a lendária índia guerreira brasileira que atraía os homens com seu lindo canto pretende estimular e conscientizar as mulheres da importância de se expressarem, diminuindo assim o sentimento de repressão vivido por tanto tempo e que ecoa ainda hoje. “Precisamos conhecer quem são essas mulheres que já se reconhecem e assumem enquanto compositoras e atrair as que sentem o desejo de criar, mas são desestimuladas por tantos fatores. É preciso que as mulheres se libertem da necessidade de receber alguma aprovação masculina para que elas se sintam confiantes na própria capacidade de compor e criar”, acrescenta Val.

Programação 

CAFÉ DA USINA E ÁREA DE EXPOSIÇÕES:
•       Palestra sobre representatividade feminina:  Abordagem feita sob um contexto histórico dos fatos e conjunturas que arrastaram a realidade da mulher como minoria na função de criar até os dias de hoje. – Gláucia Lima 15h
 •      Oficina de escrita criativa: Processos criativos  e como desatar os nós da liberdade temática.  Ministrante: Rochelle Melo – (poeta, psicóloga e educadora) 13h • Oficina de musicalização e canto: Como expressar-se intuitivamente dentro da música usando a voz como interprete direta do pensamento, Aprimorar a percepção sonora das palavras (sons aberto e fechados) e seus efeitos . Priscila Santana e Joana Knobe 16h
 •      Oficina Pandeiro Brasileiro – 14h COM Katiusca Lamara (Mestre em Etnomusicologia, formada em Música na UFPB)
 •      Mulheres do Hip Hop – Oficina de rimas: Visando o público interessado em desenvolver suas habilidades de rima e improviso voltado para o Hip Hop. Kalyne Lima (sinta a liga) 17h

ÁREA EXTERNA
•       Pocket Shows:  Tanto Canto (15h), as Calungas (16h) e Baque Mulher (17h)
•       Varal Poético ( Pendura-se poemas ou versos e deixa para que outra venha e use para compor uma música ou continuar o poema, estimulando as parcerias e criação) Os resultados serão registrados em audiovisual e vai pro canal do projeto.
•       Gerar uma Carta reivindicatória para ocupação da nova escola técnica da Paraíba com curso profissionalizante de técnico de som, roadie, direção de palco, produção e outras atividades e funções do meio cultural direcionadas para as mulheres.

Serviço:

PROJETO IARAS - I Encontro de Compositoras Paraibanas
Data: sábado (20)

Local: Usina Cultural Energisa

Horário: a partir das 15h 
Apoio: Rádio Tabajara, Orgânica Produtora Audiovisual e Vivass Assessoria & Comunicação

Inscrições: http://bit.ly/2Dgrr4t
Site: http://bit.ly/2D4E7rF

Entrada Franca

Por Andreia Barros - Assessoria de Comunicação
Share:

Feirinha Beneficente no Tambaú Hotel

Até o mês de fevereiro, os hóspedes do Tambaú Hotel podem conferir a Feirinha Beneficente em prol da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer Vida Nova. São cerca de doze artesãos oferecendo peças exclusivas como sandálias, biscuit, tecidos em algodão colorido e chaveiros. A feira acontece todas as sextas e sábados das 16h às 22h, na área interna do Hotel.

O Tambaú Hotel é um dos símbolos da Capital paraibana e fica localizado na Av. Almirante Tamandaré, 229 - Tambaú, em João Pessoa. O Instagram é @tambauhotel 

Por Andreia Barros - Assessoria de Comunicação
Share:

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

XI Fórum de Turismo de Negócios e Eventos será em Roma

Roma, na Itália, será sede da próxima edição itinerante do FTN (Fórum de Turismo de Negócios e Eventos), que será realizado no Centro de Eventos do Hotel Quirinale, dia 21 de março de 2018. Com foco na qualificação profissional para vendas e intercâmbios de produtos de turismo, troca de informações e realizações de negócios, o FTN é destinado aos profissionais de turismo, como agente de viagens, operadores, hoteleiros, autoridades e demais empresários e profissionais da área.  O evento, que é realizado anualmente em Florianópolis (SC), já foi aconteceu em edições itinerantes em Brasília (DF), Ribeirão Preto (SP) e Lisboa (Portugal).

Na XI edição do FTN estarão presentes agentes e operadores, investidores de turismo, de Alemanha, Argentina, EUA, Grécia, México,  Israel, Itália, Brasil, Espanha, Chile, Portugal e Suíça. Na ocasião, a partir das 19 horas, após o FTN, será realizada a entrega da premiação de gala dos melhores filmes de turismo do mundo inscritos no FIACULT (Festival Internacional Audiovisual de Cultura e Turismo).

O FTN, a cada edição, vem desempenhando o objetivo de promover os produtos dos parceiros de negócios de turismo, além de promover a troca de informação, divulgação de produtos e serviços de turismo e qualificação profissional. Nas edições anteriores os expositores apresentaram diversificadas opções de pacotes de turismo na feira de negócios e os visitantes puderam ainda se atualizar nas palestras proferidas por profissionais da área.

Na 10ª FTN, que aconteceu em outubro, em Florianópolis (SC), o Ministério do Turismo participou em parceria com os estados de Pernambuco, Minas Gerais e Paraná. Os destinos apresentaram seus principais destaques durante as palestras para os profissionais do turismo e na feira de negócios. Entre os expositores, o Peru foi representado pela Calypso Turismo, Caral Tours, a Prisko Tours Agencia de Viajes e Turismo e Salkantay Trekking. Entre outros expositores estavam a Secretária Municipal de Turismo de Caxias do Sul, a operadora Argentina Repytur, a empresa de transporte rodoviário Flecha Bus e a operadora Ponto de Partida.

As operadoras de turismo, empresas, hotéis, destinos e serviços interessadas em reservar espaço para o próximo FTN pode entrar em contato pelocomercial@ftnonline.com ou 48 – 991172097 (whatsApp). Mais informações em www.ftnonline.com

Fonte: Adoniran Peres - Assessoria de imprensa
Foto: Rometransfer.eu
Share:

Projeto realizará escavações no Mirante do Atalaia

A Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo da Paraíba (Abrajet-PB), representada pela presidente Messina Palmeira e por seus associados, em parceria com o arqueólogo e professor da UEPB Juvandi de Souza Santos e com a prefeitura de Santa Rita, representada pelo prefeito Emerson Panta, deu início a um projeto inédito que vai promover uma série de escavações no Mirante do Atalaia, a construção militar mais antiga da Paraíba, que se encontra em relativo mau estado de conservação. 

O mirante está localizado na zona estuarina do rio Paraíba, em Forte Velho, primeira sede da Capitania Real do Rio Paraíba e atual distrito de Santa Rita, município que faz parte da Grande João Pessoa. A edificação foi erguida durante a Dinastia Filipina, no início do século XVII, em razão da ameaça de ocupação do Nordeste brasileiro por parte dos holandeses. 

Segundo o professor Juvandi, um mirante desse porte, que servia como ponto de observação dos navios que chegavam ao nosso litoral, nunca seria construído sem uma cortina, que é uma barreira de proteção para que os inimigos não conseguissem ter acesso à construção. As escavações têm como propósito encontrar registros arqueológicos que confirmem a existência dessa cortina, resgatando parte de nossa história e revelando ao mundo um importante ponto de interesse arqueológico, histórico e turístico que só a Paraíba tem. 

Alguns pesquisadores afirmam que os alicerces da construção desse mirante remontam aos primórdios do descobrimento do Brasil, no início do século XVI; entretanto, a maioria dos pesquisadores defende que sua construção se deu no ano de 1584, mesma época da construção do Forte de São Filipe e São Tiago, em Forte Velho. Na contramão do que acredita a maioria dos pesquisadores, o historiador Guilherme D’Ávila Lins, presidente do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, relata ter descoberto, como resultado de um grande esforço de pesquisa, registros autênticos que comprovam a construção do Mirante do Atalaia apenas no início do século XVII, quando na Europa já se previa o ataque dos holandeses no Nordeste do Brasil. 

Construído sobre um planalto, o Mirante do Atalaia dava uma visão estratégica da Ponta do Cabo Branco até a Baia da Traição e funcionava como um posto de observação que complementava o sistema de defesa do Forte de São Filipe e São Tiago. Verifica-se que esse importante equipamento militar está se deteriorando, e uma ação da magnitude dessas escavações visa a chamar a atenção da sociedade brasileira para sua relevância – alcançando, consequentemente, a atenção dos poderes públicos. 

No dia 06 de novembro, estive em Forte Velho e vi que a construção continua da mesma maneira: praticamente abandonada e seriamente comprometida em toda a sua estrutura. Na ocasião, tive a oportunidade de conhecer o empresário Paulo Coutinho, proprietário da terra onde está localizado o Mirante do Atalaia, o qual se mostrou muito interessado na proteção do equipamento. 

Já no dia 08 de novembro, participei de reunião na sede da Câmara Municipal de Santa Rita, a convite do vereador Bastinho, e pude perceber que os vereadores do município estão preocupados com Atalaia e desejam que a construção seja protegida e restaurada e tenha acesso facilitado, por meio da implantação de um caminho mais curto. 

Estamos nos organizando para a realização de um Fampress a Atalaia com o objetivo de dar mais visibilidade ao local e, consequentemente, chamar a atenção dos órgãos municipais, estaduais e federais para essa emblemática construção. Parceiros como o Iphaep, representado pela diretora executiva Cassandra Dias, e Sebrae-PB, representado pela gestora de turismo Regina Medeiros, vão estar ao lado da Abrajet-PB nessa empreitada, que é parte de um projeto maior de valorização dos monumentos históricos do nosso estado.

Texto e fotos: Messina Palmeira - presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo da Paraíba - Abrajet-PB
Share: