quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Turismo mundial: mais um ano de crescimento

As regiões Central e Sul das Américas contribuíram fortemente para o aumento de 4% na chegada de turistas internacionais ao continente em 2016 e somaram 201 milhões de viajantes. O resultado consta do relatório da Organização Mundial do Turismo (OMT), divulgado nesta terça-feira (17), que aponta uma elevação de 3,9% no movimento de viajantes no mundo no ano passado.

No total, 1,2 bilhão de turistas percorreram o globo em 2016, cerca de 46 milhões a mais do que no período anterior. Conforme o estudo, as Américas consolidaram os bons números alcançados nos dois anos anteriores, sendo que as regiões Central e Sul registraram alta de 6%.

De Madri, na Espanha, onde participa da Feira Internacional de Turismo (Fitur), o ministro do Turismo, Marx Beltrão, afirmou que o quadro é uma mostra de quanto o segmento pode contribuir para o crescimento econômico e a geração de emprego e renda. “O Brasil tem tudo para fazer parte do seleto grupo de países que se destacam no cenário do turismo internacional. Estamos aqui, junto com outros líderes do turismo da América do Sul, trabalhando pela atração de visitantes e investidores, para alavancar cada vez mais o turismo nacional e consolidá-lo como um importante vetor de desenvolvimento”, comentou.

Ásia e Pacífico foram os principais influenciadores do crescimento mundial do turismo (8%), impulsionados pela forte demanda de mercados regionais. A África também apresentou grande recuperação - crescimento de 8% -, após dois anos de baixo desempenho, enquanto na Europa (2%) o crescimento de até dois dígitos em alguns destinos compensou reduções em outros.

Segundo a OMT, 2016 foi o sétimo ano seguido de crescimento do segmento após a crise financeira global de 2009, sequência não contabilizada desde a década de 60. “O turismo tem demonstrado extraordinária força e resiliência nos últimos anos, apesar de muitos desafios, particularmente aqueles relacionados à segurança”, declarou o secretário-geral da organização, Taleb Rifai.

Os resultados se baseiam em dados preliminares e foram repassados por vários destinos. Números mais detalhados serão apresentados na edição de abril do Barômetro Mundial do Turismo da OMT.

PERSPECTIVAS - A última pesquisa do Painel de Peritos da OMT evidencia otimismo quanto ao turismo em 2017. Cerca de 63% de um total de 300 entrevistados esperam resultados melhores do que no ano passado. A organização projeta crescimento de 3% a 4% nas chegadas internacionais em todo o mundo, com destaque para as regiões da África e Pacífico (5% a 6%), das Américas (de 4% a 5%) e da Europa (de 2% a 3%).

RECORDE - Em 2016, quando sediou os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o Brasil recebeu 6,6 milhões de estrangeiros. Trata-se de um recorde histórico, além de uma alta de quase 5% em relação a 2015. Segundo o Ministério do Turismo, o movimento injetou US$ 6,2 bilhões na economia nacional (cerca de R$ 21 bilhões). O resultado foi 6% superior ao do ano anterior, quando visitantes realizaram gastos de US$ 5,8 bilhões.

Agência de Notícias do Turismo
Share:

Ewerton Crispiniano é eleito novo Presidente do Paraíba Convention Bureau

O novo presidente, que representava a chapa CONSOLIDAÇÃO,  foi eleito com 37 votos na eleição para a nova diretoria do Paraíba Convention & Visitors Bureau, que aconteceu no último dia 06 de dezembro, na sede do instituto.

Ewerton Sousa Crispiniano ficará na presidência no biênio 2017/2018, substituindo Antônio de Oliveira Jatobá, fundador e, até então, presidente do Paraíba CVB na gestão 2015/2016, que ficará na presidência do conselho vitalício, tendo como vice-presidente Marinaldo Barreto dos Santos e Paulo Eduardo Lucena como Secretário.

Juntamente com o novo presidente também foi apresentado o novo Gerente Executivo do Paraíba CVB, Miguel Ângelo Gomes.

Miguel Ângelo Gomes é Graduando em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Bacharelando em Direito pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e possui ampla experiência profissional no Turismo.

Por Wesley Farias – Assessoria Paraíba CVB
Share:

Turista em visita a João Pessoa dispõe de posto do Procon-JP no CAT, em Tambaú

O turista que visitar João Pessoa e se sentir lesado de alguma forma na relação de consumo com os prestadores de bens e serviços instalados na  Capital dispõe de um posto de atendimento especial da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor para acolher suas reclamações. Desde o final de novembro de 2016 que o Procon-JP atende a esse público em um boxe no Centro de Atendimento ao Turista (CAT), na Praia de Tambaú.

O posto de atendimento do Procon-JP no CAT atende de segunda a sexta-feira das 08 às 12h e das 14 às 18h e nos sábados e domingos das 15h às 19h. A assistência em Tambaú é específica ao turista, com o visitante também tendo a opção de se dirigir à sede da Secretaria na avenida Pedro I ou ao posto do Ministério Público Estadual, no Parque Solon de Lucena (Lagoa). Existe ainda a opção do telefone gratuito 0800 083 2015.

O secretário Ricardo Holanda salienta que o atendimento ao consumidor que está visitando João Pessoa tem de ser mais ágil devido à situação do turista, que se encontra, geralmente, por pouco tempo na Capital. “A tentativa da resolução do problema apresentado deve ocorrer de forma imediata, através da linha direta com a empresa em questão e com os fiscais realizando diligências no local que originou a queixa”.

Diligências – O titular do Procon-JP informa que o turista que for ao CAT não passará pelos mesmos procedimentos que os consumidores pessoenses quando abrem uma reclamação. “Tentaremos resolver a reclamação do turista na mesma hora através de linha direta. Caso não seja possível, os fiscais realizam a diligência em pelo menos 24 horas e o estabelecimento será notificado e autuado, podendo sofrer as sanções previstas nas leis que regem a relação consumerista, caso não resolva o problema do visitante”.

Sanções – Ele acrescenta que não há sentido em abrir um processo administrativo após a queixa como normalmente ocorre, porque a pessoa estará em trânsito, ficando pouco tempo na cidade, sem ter como voltar para a audiência de conciliação. “Se ele quiser deixar uma procuração para a audiência de conciliação, tudo bem, mas caso isso não possa ser viabilizado, vamos tomar as medidas cabíveis através de processo aberto pela fiscalização, com notificação e auto de infração, se o problema não for resolvido na hora”, explica Ricardo Holanda.

Horário de atendimento
Procon-JP no CAT – segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14 às 18h, na sede do Centro de Atendimento ao Turista, Praia de Tambaú (em frente ao Mercado de Peixe)

Sede – segunda-feira a sexta-feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá

MP-Procon – segunda-feira a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque Solon de Lucena, Lagoa, nº 300, Centro

Telefones: segunda-feira a sexta-feira das 8h às 14h: 0800 083 2015, 2314-3040, 3214-3042, 3214-3046

Procon-JPmóvel – Atendimento itinerante nos bairros e/ou através de agendamento realizado pelas associações de bairro, entidade civis e secretarias do município de João Pessoa

Por Evanice Gomes - Secom/JP
Share:

domingo, 15 de janeiro de 2017

Estrutura da 25ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba começa a ser montada

A estrutura para a realização da 25ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba já está sendo montada. Ao todo, são 1.300 m2 de estandes, onde serão disponibilizadas todas as tipologias, a exemplo de couro, ferro e madeira. O evento ocorrerá de 18 a 29 de janeiro, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. O tema desta edição é “Raiz cultural de um povo”.

Realizado pelo Governo do Estado, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, o salão receberá investimentos de mais de R$ 500 mil nesta edição, em parceria com o Empreender-PB, Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) e o Procon-PB.

A gestora do PAP, Lu Maia, falou da expectativa para a 25ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba. “É um evento que já entrou no calendário cultural do Estado, e que incrementa a economia paraibana. Esperamos um público de cerca de 50 mil pessoas, que terão a oportunidade de conhecer as raízes da cultura nordestina, da cultura paraibana”, disse.

Lu Maia ainda destacou a estrutura oferecida para os artesãos que vão participar do evento. “Temos 1.300 m2 de área. São estandes que vão comportar todas as tipologias do nosso artesanato. É um espaço amplo, oferecendo conforto tanto para os artesãos quanto para os visitantes”, afirmou. “Além disso, os nossos parceiros, a exemplo do Procon, também contarão com estandes para orientar o público em geral que visitará o evento”, prosseguiu.

No total, são 400 artesãos, representando cerca de 3 mil profissionais envolvidos, contemplando peças produzidas com materiais como algodão colorido, madeira, metal, osso, fios e pedras. Produtos como cordel, xilogravura e comidas regionais também serão comercializados.

Homenagem – Durante a realização da 25ª edição do Salão do Artesanato, serão homenageados 15 artesãos de várias localidades, a exemplo de Guarabira, Gurinhém e Baía da Traição.

De acordo com a gestora do PAP, são pessoas que colaboraram de forma muito intensa para o artesanato paraibano. “São trabalhadores muito conhecidos dessa arte tão representativa, que é o artesanato. Além de todo o apoio dado pelo Governo do Estado para tornar viável a atividade dessas pessoas, precisamos oferecer outros estímulos. Essa homenagem é uma delas”, destacou.

No hall de entrada, o público poderá contemplar a história de cada um dos homenageados e a tipologia com que trabalha. Os homenageados, alguns com mais de 40 anos dedicados ao artesanato, são os seguintes: Clovis Martins (Guarabira), Lindalva Maria Andrade Néri (Gurinhém), Maria Nazaré Neres (Baía da Traição), Gilma Pereira de Oliveira (Caaporã), Carmelita Anunciada da Silva (São Sebastião do Umbuzeiro), José Sales (Boqueirão), Lourdes Diniz (Campina Grande), João Batista Barreto (Nova Palmeira), João Avelino (Campina Grande), Emiliano Alves Pereira (Monteiro), João de Deus Cavalcante (João Pessoa), Joca dos Galos (Araçagi), Maria José Rodrigues Pereira (Serra Branca) e Chico Ferreira (Catolé do Rocha).

A abertura do Salão de Artesanato da Paraíba será às 19h do dia 18 deste mês. Nos demais dias do evento, as visitas poderão ser feitas das 16h às 22h. A expectativa dos organizadores é que 50 mil pessoas passem pelo Espaço Cultural para conhecer de perto os trabalhos dos artesãos paraibanos.

PAP – O Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) foi instituído no ano de 2003, por meio do decreto nº 26.647, para a preservação da cultura paraibana e sua identidade, fomentando o artesanato local, trazendo investimentos para educação e capacitação dos artesãos. Assim, este também faz o papel de incentivar o desenvolvimento econômico e incluir socialmente os artesãos cadastrados no PAP contribuindo assim para o desenvolvimento econômico local.

Com o intuito de valorizar e manter a qualidade do produto artesanal da Paraíba em 2004 foi instituída a Curadoria do Artesanato. Este setor é responsável por analisar, qualificar e registrar os artesãos e seus produtos. Com isso a inclusão social do artesão fica garantida bem como a preservação da cultura local.

Da Secom-PB
Fotos:  Vanivaldo Ferreira
Share:

João Pessoa é o melhor destino para curtir os feriadões de 2017

O ano mal começou, mas já tem muita gente de olho no calendário de feriados nacionais e 2017 será cheio deles. Ao todo serão 9 feriadões e isso uma boa pedida é viajar. João Pessoa é um ótimo destino, já que agrada a pessoas de todos os estilos e gostos, e a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) sabendo disso, oferece muitas opções para turistas que procuram desde descanso e tranquilidade em nossa bela orla, curtir uma das maiores prévias carnavalescas do país ou conhecer um pouco da história da terceira cidade mais antiga do Brasil.

Segundo o secretário municipal de Turismo, Fernando Milanez, o que João Pessoa tem a oferecer são mais que belas praias. “A gestão do prefeito Luciano Cartaxo tem feito um trabalho muito importante para o turismo da Capital resgatando e revitalizando espaços que fazem parte da nossa história e que haviam sido esquecidos anteriormente por falta de investimento. O Novo Parque da Lagoa, a revitalização do Hotel Globo, da Casa da Pólvora, Praça da Independência são os pontos fortes por que o que nos difere dos outros roteiros turísticos, de fato, é a nossa bagagem histórica e cultural”, arrematou.

A primeira data festiva com previsão de feriadão é o Carnaval, que acontecerá no final fevereiro, e na cidade onde o Sol nasce primeiro a festa é democrática e grada todos os públicos, já que a Capital possui dois momentos. Uma semana antes do Carnaval, para o folião que gosta animação e muito calor humano, o bloco pré-carnavalesco “Muriçocas de Miramar”, um dos maiores blocos de arrasto do país, junto com a irreverência das “Virgens de Tambaú” e a originalidade do “Cafuçu” movimentam multidões.

Já o Carnaval Tradição tem o gostinho do saudosismo dos antigos carnavais, com suas clássicas e eternas marchinhas, bandas de frevo, desfile de tribos indígenas e das agremiações das escolas de samba de João Pessoa. Mas para quem só quer realmente fugir da agitação, a capital é uma das melhores do Nordeste para descasar e relaxar.

Na Semana Santa a dica é visitar o Centro Histórico da Capital, onde a arquitetura barroca de igrejas como Mosteiro de São Bento e Igreja de São Francisco proporcionam uma verdadeira experiência espiritual. Para quem ainda busca saber mais sobre a história da cidade, o Hotel Globo e a Casa da Pólvora, ambos recém revitalizados e restaurados pela prefeitura, também são uma excelente dica.

No dia de Tiradentes, em 21 de abril, as praias do litoral considerado o mais bonito do Brasil, além de serem um convite a se banhar nas águas cristalinas do Caribessa e Picãozinho, o turista também pode caminhar em um verdadeiro cartão postal que é a calçadinha de Tambaú recém revitalizada com uma ciclovia para prática do ciclismo, patins, skate e caminhada. E pra quem quer conhecer a noite de Jampa, o local concentra alguns dos melhores bares e restaurantes da cidade, com gastronomia diversificada, com destaque para frutos do mar e comida regional.

O feriado de Corpus Christi o visitante pode aproveitar as várias opções de festejos juninos de João Pessoa como o “São João da Capital”, promovida pela PMJP, sempre com uma programação de shows com artistas reconhecidos nacionalmente, além de apresentações que valorizam a prata da casa. Claro que a programação religiosa do dia de Corpus Christi também é uma opção para os religiosos onde os fiéis participam de uma procissão pelas ruas da região central da cidade até as principais igrejas do Centro Histórico.

No feriadão da Independência, em 7 de setembro,  a dica é fazer um mergulho cultural, conhecendo uma das últimas obras do arquiteto reconhecido mundialmente, Oscar Niemeyer, que é a  Estação Cabo Branco, Ciências, Cultura e Artes, no bairro do Altiplano Cabo Branco. A PMJP sempre mantém no local uma série de atividades culturais, exposições de artistas locais e nacionais das mais variadas áreas como pintura, fotografia e instalações, além de exibição de filmes, apresentações musicais e teatrais.

E no dia de Nossa Senhora da Aparecida, em 12 outubro, a vez é dos pequenos, já que também é comemorado o Dia das Crianças. O Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) exibe animais de todas as partes do mundo além de oferecer muitas brincadeiras e atividades para criançada. A Bica fica localizada no centro da capital em um trecho preservado de Mata Atlântica que proporciona além de muita diversão, um contato com a natureza. O visitante pode ainda conhecer o xodó do parque, a elefanta Lady.

No Dia de Finados em 2 de novembro, a data é um convite à reflexão e as lembranças e a Praça da Independência é o local perfeito para isso. Um dos mais belos jardins de Capital, a praça foi restaurada e revitalizada no ano passado pela atual gestão e é o local frequentado por famílias que se reúnem para descansar ou fazer um delicioso piquenique.

E no último feriadão do ano, dia da Proclamação da República, em 15 de novembro, a dica é conhecer um dos mais belos cartões postais de João Pessoa. O Parque da Lagoa, que foi totalmente restaurado e revitalizado, é o mais novo pulmão da cidade, localizado no centro de João Pessoa. Com mais de 500 novas mudas, entre espécies arbóreas e arbustivas, o destaque fica para os ipês amarelos e rosa que colorem a paisagem para quem quer curtir em família um belíssimo fim de tarde.

O parque também oferece ótima estrutura de lanchonetes e banheiros para a família que deseja curtir sossegada as várias praças cercadas de muito verde, além do local ser perfeito para prática de esportes como caminhadas, ciclismo e patins, na ciclovia que contorna toda a área. E para os amantes dos esportes radicais, o Parque da Lagoa tem uma das pistas de skate mais modernas do país. Vale lembrar ao turista que ele ainda pode aproveitar as praias da cidade, afinal em João Pessoa é verão o ano inteiro.

Serviço:

O Parque Arruda Câmara fica localizado na Rua Gouveia Nóbrega, S/N – Roger. O espaço funciona de terça a domingo, das 8h às 17h, com bilheteria até às 16h. Os ingressos custam R$ 2,00 por pessoa, e crianças até sete anos e idosos não pagam. Mais informações pelo telefone 3218-9710.

A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes fica localizada no bairro do Altiplano. A casa, que dispõe de belos jardins, uma torre mirante, anfiteatro, entre outras atrações,  funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e sábado, domingo e feriados, das 10h às 19h.

Por Hellen Nascimento
Foto: Dayse Eusebio
Secom-JP
Share:

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Lei Geral do Turismo: prazo para contribuições termina esta semana

Termina nesta sexta-feira (06) o prazo para que representantes do trade turístico encaminhem ao Ministério do Turismo suas propostas para a nova Lei Geral do Turismo. Os encaminhamentos serão feitos tendo como base o documento produzido pela área técnica do MTur e apresentado pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, na última reunião do Conselho Nacional de Turismo em 07 de dezembro. A meta é que o texto seja aprovado no Congresso Nacional ainda no primeiro semestre de 2017.

No documento, o MTur avança sobre temas como a redução da diária de 24 horas para hospedagem, a inclusão de albergues e hostels como conceito de hospedagem, o direcionamento das receitas com as cobranças de multas para os entes executores da fiscalização.

O texto sugere, ainda, o reconhecimento dos cruzeiros aquaviários como prestadores de serviços turísticos, além do fortalecimento de profissões regulamentadas e reconhecidas do setor, como os guias de turismo e turismólogos. As alterações serão fundamentais para o fortalecimento do turismo doméstico e para a atração de turistas internacionais.

Agência de Notícias do Turismo
Share:

ONU declara 2017 o Ano Internacional do Turismo Sustentável

A Organização Mundial do Turismo (OMT), agência das Nações Unidas, declarou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável. O principal objetivo é destacar o potencial do turismo para o desenvolvimento econômico sustentável, a geração de empregos, redução da pobreza, proteção ambiental, defesa do patrimônio cultural, entre outras estratégias.

Segundo as Nações Unidas, um em cada 11 empregos no mundo são gerados pelo turismo. Além disso, o setor responde por 7% das exportações mundiais e 10% do Produto Interno Bruto (PIB) global.

Com a declaração, a OMT pretende estimular a adoção de políticas públicas para o setor e promover o avanço da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que tem o fortalecimento do turismo entre suas metas. O anúncio oficial do Ano Internacional do Turismo Sustentável será no dia 18 de janeiro, durante uma feira em Madri.

Edição: Luana Lourenço
Por Débora Brito - Repórter da Agência Brasil
Share:

Governo estuda ações de estímulo ao turismo, diz ministro

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, revelou que o governo estuda formas de ampliar os recursos financeiros destinados à divulgação dos destinos turísticos nacionais entre brasileiros e estrangeiros. Ele disse que várias hipóteses estão sendo discutidas com a Casa Civil da Presidência da República e com o Ministério do Planejamento, entre elas a possível edição de uma medida provisória (MP) que autorize a transferência de verbas de outro ministério para a promoção do turismo.

“Pelo que me consta, o orçamento do ministério será aumentado um pouco. Estamos trabalhando uma medida provisória para fazer a realocação de recursos de uma outra pasta para promovermos o turismo, mas a maneira como isso será feito ainda está sendo discutida”, disse o ministro durante a divulgação de um estudo que aponta que a indústria do turismo tem o que comemorar: em meio a crise econômica que derrubou a atividade em outros setores, o número de viagens nacionais durante o verão deve se manter, com um pequeno acréscimo de 0,8% na comparação com a temporada 2015/2016 e o número de turistas estrangeiros deve aumentar cerca de 11%.

Turismo pode alavancar a economia

“O turismo é um grande negócio e pode ser um dos principais propulsores da economia brasileira e da geração de emprego e renda”, afirmou Beltrão, acrescentando que ainda há muito espaço para o Brasil crescer.

“Claro que se tivermos mais recursos para promovermos o Brasil nacional e internacionalmente, podemos aumentar e muito o número de turistas viajando pelo país e de estrangeiros”, explicou.

Ainda não há data para que as medidas de estímulo ao setor sejam anunciadas, mas, segundo o ministro, o governo tenta contemplar as principais demandas dos empresários e demais envolvidos com a atividade.

“Precisamos retirar a burocracia do meio do caminho, aumentar a competitividade e, consequentemente, atrair mais investidores. Nesse aspecto, para mim, o governo não tem que estar na frente dos empresários, mas sim ao lado, facilitando o ambiente de negócios. Do ponto de vista orçamentário, o que o turismo quer é apenas aumentar os recursos necessários para promoção nacional e internacional do país e para finalizarmos as obras de infraestrutura turística”.

Edição: Kleber Sampaio
Repórter: Alex Rodrigues
Foto: José Cruz
Da Agência Brasil
Share:

Ministério do Turismo propõe mudança no modelo da Embratur

O Ministério do Turismo encaminhou à Casa Civil da Presidência da República a sugestão de uma Medida Provisória flexibilizando a classificação do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Pela proposta, a autarquia passaria a ser também uma agência, podendo, entre outras atribuições, captar recursos estrangeiros para investimentos e manter escritórios próprios e pessoal no exterior.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, informou sobre o envio da MP, em reunião do Conselho Nacional de Turismo.

A proposta prevê ainda que a Embratur atue na viabilização de parcerias público-privadas voltadas à promoção internacional do país, apoio à comercialização de produtos e serviços turísticos, realização de trabalho de consultoria, treinamento e divulgação e recebimento de remuneração pelo apoio à promoção de atrativos turísticos.

Edição: Kleber Sampaio
Da Agência Brasil
Share: