terça-feira, 4 de julho de 2017

João Pessoa recebe primeiro voo internacional regular da Argentina

O primeiro voo internacional regular da Gol Linhas Aéreas direto de Buenos Aires para João Pessoa chegou às 17h30 de sábado (1°) ao Aeroporto Presidente Castro Pinto. O evento contou com várias apresentações culturais para recepcionar os argentinos e de tango para aqueles que iam embarcar. Ao todo, desembarcaram 143 passageiros, incluindo agentes de viagem, que vieram conhecer a Paraíba a convite da Gol. Na ocasião, também ocorreu a solenidade de batismo da aeronave por carros do Corpo de Bombeiros.

Embora o voo tenha chegado às 17h30, já a partir das 15h a movimentação no Aeroporto Presidente Castro Pinto foi alterada em relação aos outros dias de embarque e desembarque.   Os que aguardavam o voo para viajar para Argentina assistiram a uma apresentação de tango, e com a chegada do voo, os passageiros foram recepcionados na saída da sala de desembarque com apresentações de danças folclóricas pelo grupo do Sesc.  Ao desembarcarem, os passageiros argentinos também foram recepcionados com a entrega de bolsas contendo brindes e material institucional informando sobre os principais roteiros que podem ser feitos na Paraíba.

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, destacou o empenho do Governo do Estado em colocar a Paraíba na rota internacional do turismo. “É um momento histórico e de resultados concretos, que vai aquecer o turismo, estimular a economia paraibana, aumentando ainda mais a nossa autoestima”, completou.

O gestor do Centro de Convenções de João Pessoa, Ferdinando Lucena, afirmou que o turismo de negócios ganha ainda mais condições de desenvolvimento com o primeiro voo comercial da Paraíba. “É uma ação fantástica do Governo do Estado. Os turistas de lazer e de evento da Argentina ganham essa comodidade, esse estímulo, movimentando a nossa economia, gerando empregos”, disse.

A presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira na Paraíba (ABIH-PB), Manuelina Hardman, destacou que as expectativas da parceria entre o Governo do Estado e a Gol são as melhores possíveis. “A Paraíba vive um bom momento, com infraestrutura, com desenvolvimento em várias áreas. O grande desafio é divulgarmos ainda mais o nosso destino, as nossas potencialidades”, ressaltou.

Expectativa – Os usuários do Aeroporto Presidente Castro Pinto comemoraram o primeiro voo internacional regular entre Buenos Aires e João Pessoa, que ocorrerá aos sábados, e também elogiaram a iniciativa do Governo do Estado.

Para o estudante de medicina Luiz de Assis Neto, a conexão direta de Buenos Aires com João Pessoa trará facilidade para quem viaja da Paraíba para a Argentina. “Antes tínhamos que viajar até São Paulo, por exemplo, para pegar o voo para Buenos Aires. Isso nos estressava, porque esperávamos algumas horas pelo voo. Esses transtornos acabaram”, comemorou.

A enfermeira Elane Carneiro também destacou as dificuldades enfrentadas por quem viajava de João Pessoa para a capital argentina. “Geralmente eu ia pelo Rio de Janeiro, um roteiro muito cansativo, já que os voos tinham escalas longas. Então, fico muito feliz com esse voo direto”, destacou.

Secom-PB
Fotos:  Francisco França/Secom-PB
Share:

Romero Rodrigues justifica contratação de sertanejos para o Maior São João do Mundo

Durante a realização do III Fórum de Turismo de Campina Grande, que contou com a participação de jornalistas da Abrajet-PB, o prefeito da cidade, Romero Rodrigues, afirmou, a respeito da participação de cantores de outros gêneros musicais, a exemplo do sertanejo, que "Não pode haver uma reserva de mercado, é necessário ter atrações nacionais. Nem todo mundo é obrigado a gostar de forró. Não houve descaracterização do São João. E tem uma festa paralela em Galante, com o pé de serra e opção de passeios durante o dia".

Como exemplo de sua afirmação, o prefeito Romero Rodrigues relatou casos de artistas paraibanos como Pinto do Acordeon que fizeram shows "Praticamente  para os vendedores de cerveja".

Sobre o sistema de PPP (parceria público-privada) com a empresa pernambucana, considerou-a um sucesso, trazendo uma economia de R$ 5 milhões aos cofres públicos, e que este sistema tem grandes chances de ser mantido para a edição de 2018 do Maior São João do Mundo.

Redação fabianovidal.com
Foto: Thomas Bruno
Share: