sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Convention Bureau e Centro de Convenções promovem João Pessoa para Eventos na 43ª ABAV

O Convention Bureau de João Pessoa, Centro de Convenções, PBTUR e SEBRAE, participam no período de 24 a 26 de setembro da área corporativa do Ministério do Turismo na 43ª ABAV, a maior Feira de Turismo da América do Sul, que está sendo realizada no Centro de Convenções Anhembi, em São Paulo. O evento deverá reunir cerca de 40 mil profissionais brasileiros e estrangeiros, entre eles, operadores de turismo, agentes de viagens corporativos, jornalistas especializados, autoridades e outros profissionais dos serviços complementares da indústria do turismo. Além disso, está sendo esperado um público final de 30 mil visitantes, perfazendo um total de 70 mil participantes.

A área corporativa do Ministério do Turismo se mantém como um dos espaços para negociação da 43ª ABAV – Expo Internacional de Turismo e está reunindo quatro destinos brasileiros que vem se destacando na captação de eventos nacionais e internacionais, a exemplo do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e João Pessoa.

“A presença do Convention Bureau e do Centro de Convenções de João Pessoa juntos no evento, visa aproximar a oferta da demanda com o convite aos principais representantes do setor de Recursos Humanos, estreitando laços entre os agentes de viagens corporativos e dirigentes de entidades associativas, vai turbinar um trabalho crescente e que vem dando frutos importantes a capital paraibana”, afirma o hoteleiro Camilo Juliani, presidente do Convention Bureau de João Pessoa.

Ainda segundo Juliani, o objetivo da área corporativa está em atender à crescente demanda do setor de viagens de negócios, eventos e incentivos, favorecendo a troca de experiências com gestores de viagens de empresas dos mais diversos segmentos. O espaço dedicado aos negócios do segmento MICE – Encontros, Incentivos, Conferências e Feiras.

O Diretor do Centro de Convenções de João Pessoa, Ferdinando Lucena, comemora o momento que o turismo de eventos e negócios vive na Paraíba e antecipa que a participação na área corporativa do Ministério do Turismo na ABAV pelo segundo ano consecutivo reflete um avanço importante e não poderia ser oportunidade melhor para apresentar e promover o novo complexo para congressos e eventos construído pelo Governo da Paraíba, uma vez que estaremos de forma compartilhada atingindo uma grande concentração de profissionais especializados que vão enriquecer suas prateleiras com nosso arrojado e versátil Centro de Convenções. E por outro lado, o nosso produto ganhará uma visibilidade espetacular em virtude da própria mídia gerada por esse importante evento.

Assessoria de Imprensa - Jornalista Fábio Cardoso
Share:

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Orquestra Sinfônica da Paraíba exalta a música da Espanha e do Brasil no concerto desta quinta-feira

O romantismo, as paixões, a dança nativa da Espanha e do Brasil dão a tônica do concerto da Orquestra Sinfônica da Paraíba desta quinta-feira (24). A apresentação, que começa às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira (Espaço Cultural José Lins do Rego), tem como convidado o pianista capixaba Aleyson Scopel, em sua primeira apresentação em João Pessoa, e regência do maestro Luiz Carlos Durier. A entrada custa R$ 2 (estudante) e R$ 4 (inteira).

A apresentação abre com o “Concerto n° 2 para Piano e Orquestra em Dó menor, Op. 18”, de Sergei Rachmaninoff. Composto em 1901, segue o esquema clássico-romântico, com uma seção lenta entre dois extremos de caráter mais animados. O tratamento de maneira bastante livre aproxima a partitura do gênero fantasia ou mesmo da rapsódia. Constantes diálogos e embates travados entre o solista e a orquestra fazem da obra um perfeito concerto para solista e acompanhamento orquestral.

Em seguida, será executada a “Dança Nordestina para Orquestra”, do maestro paraibano José Siqueira, composta em Paris em 1956. A obra ressalta os valores musicais autênticos do nordeste brasileiro. Esta peça foi originalmente concebida para piano, vindo depois ganhar uma versão orquestral realizada pelo compositor. Um artista convicto de sua nacionalidade, maduro e refinado, dando alto grau estético ao balanço musical nordestino.

A ópera “La vida breve” foi fruto da juventude de Manuel de Falla. Na obra, há influência do impressionismo e romantismo tardio. No entanto, é nítido um forte componente nacionalista e uma busca por economia de meios artísticos para se expressar. Esta dança ganhou notoriedade de peça de concerto sinfônico e muitas outras versões para música de câmara.

O exótico “Capricho Espanhol, Op. 34”, pretendido inicialmente como uma obra para violino e orquestra, tornou-se uma composição puramente orquestral. Os temas foram extraídos da coleção Ecos de Espanha, de José Inzenga, muito em moda na época. A peça é composta em cinco andamentos interligados. A Alvorada alegre é interpretada por toda a orquestra, abre como um convite à dança. Nas Variações que segue há um belo momento de profundo lirismo nas vozes das trompas, corne inglês e em todas as cordas. A Alvorada volta viva e estrepitosa, mais uma vez deslumbrante. O Canto Cigano é o momento mais importante da obra com cadências de metais, violino, flauta, clarinete e harpa. O Fandango Asturiano encerra a obra recapitulando as melodias anteriores de forma otimista e brilhante.

De acordo com o maestro Durier, o concerto tem caráter didático e de interação com a cultura de outros países. “A OSPB aprende tocando, exercita seu potencial artístico e comove o público. Apresentando em conjunto belas obras musicais cumpre, também, sua função social e leva a música para população como diversão de alta qualidade”.

Aleyson Scopel (pianista) – Aclamado como um dos talentos musicais mais brilhantes a surgir no Brasil na atualidade, o pianista Aleyson Scopel é conhecido por seu perceptivo lirismo e sobriedade técnica, conferindo volatilidade emocional a suas apresentações. Aleyson percorre as mais importantes salas de concerto do Brasil, frequentemente à frente de suas principais orquestras, incluindo as Sinfônicas Brasileira, de São Paulo, Bahia, Porto Alegre, Ribeirão Preto e as Filarmônicas de Minas Gerais e Espírito Santo. No exterior, foi solista convidado da Springfield Symphony e da New England Conservatory Symphony Orchestra nos Estados Unidos, da Wollongong Symphony na Austrália, e da Orquestra do Norte de Portugal.

Apresentou-se ainda como camerista e recitalista nos Estados Unidos, Europa e Ásia. As salas de concerto incluem Carnegie (Weill) Hall (Nova Iorque); Jordan Hall (Boston); Steinway Hall (Londres); Palau de la música catalana e Reial Cercle Artístic (Barcelona); Conservatório de Atenas (Grécia); Sala São Paulo, Sala Cecília Meireles e Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Detentor dos prêmios Nelson Freire e Magda Tagliaferro, foi laureado em diversos concursos internacionais, tais como William Kapell, Villa‐Lobos, Corpus Christi, Kingsville e Southern Highlands International Piano Competition. Além das obras‐primas dos grandes compositores do repertório pianístico, Aleyson possui ávido interesse por peças contemporâneas que traduzem a modernidade idiomática do instrumento.

Seu primeiro CD, aplaudido pela crítica, reflete suas múltiplas facetas, com gravações ao vivo de obras de Scarlatti, Mozart, Schumann e Almeida Prado. Sua execução das Cartas Celestes I, de Almeida Prado, foi assim descrita pelo compositor: “Saíram diretamente do céu! Chuvas de meteoros, radiantes constelações, nebulosas resplandecentes e um vigor transcendental marcaram a genial interpretação deste imenso pianista. Maravilhoso!”. Prado viria a dedicar o XV volume da série a Scopel.

Os primeiros acordes de Aleyson ao piano foram aos 14 anos de idade, para pouco depois formar‐se com a mais alta distinção no New England Conservatory of Music, em Boston. Estudou na classe da professora Patrícia Zander e recebeu da instituição o prêmio Blüthner. No Brasil, prosseguiu orientado por Celia Ottoni e Myrian Dauelsberg.

Luiz Carlos Durie (regente) – Natural de João Pessoa (PB), Luiz Carlos Durier é o regente titular da OSPB Jovem há 18 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. As suas interpretações cativantes e criativas produzem sempre sucesso de público e crítica. Sob sua batuta já se tornou tradição a Jovem apresentar estreias mundiais com excelente qualidade técnica e artística. Em setembro de 2013, foi nomeado diretor artístico e regente titular da OSPB.

Na UFPB, concluiu o ensino superior de Música nos cursos de Licenciatura e Bacharelado. Desde que chegou à Escola de Música Anthenor Navarro (Eman), em 1991, lidera atividades de educação musical ensinando Musicalização, Viola e Música de Câmara e Regência. Participou das XIX e XX Semana da Música da UFRN como professor da classe de regência. Na UEPB, está realizando o Curso de Especiação Em Fundamentos da Educação – Práticas Pedagógicas Interdisciplinares.

Como regente convidado, conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. Na sua formação como regente, foi aluno de Wolfgang Groth, Nelson Nuremberg e Guilhermo Scarabino. Desde 2005, estuda com o maestro Osvaldo Ferreira. Participou de Master Class com os maestros Kurt Masur e, recentemente, com Dante Anzolini. Ainda teve como mestres o maestro José Siqueira, José Alberto Kaplan, Iara Bernette, Violeta de Gainza, Guilhermo Campos e Horácio Schafer.

Conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marines e sua Gente, do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Tem acompanhado com frequência artistas populares com a OSPB e OSPB Jovem em grandes concertos populares, tais como: Ângela Ro Ro, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan, sempre com grande sucesso de público e crítica. No ano de 2012, recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo brilhante desempenho profissional frente à OSPB.

Serviço:

11º Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica da Paraíba

Solista: Aleyson Scopel (pianista)

Regência: Maestro Luiz Carlos Durier (titular)

Data: 24/09 (quinta-feira)

Hora: 20h30

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira (Espaço Cultural José Lins do Rego)

Ingresso: R$ 4 (inteiro) e R$ 2 (estudante)

Bilheteria: a partir das 16h

Mais Informações: (83) 3211-6228

Secom-PB
Share:

domingo, 20 de setembro de 2015

Festival da Pipa divulga programação da “Arena Gastronômica”

Apresentada pelo chef Arthur Coelho a programação da Arena Gastronômica do Festival Gastronômico e Cultural da Pipa já está definida. Com abertura oficial na sexta-feira, 09 de outubro, às 18h, o evento terá início com o “Tacho Beneficente”, comandado pelos chefs Thiago Gomes e Gabriela Sales, com renda revertida para o Projeto Afeto. Na sequência, às 21h, será realizada a oficina de abertura pelo chef e consultor Welder Albuquerque. Já às 22h30, o chef Ângelo Medeiros apresenta a Nova Torta Presidente.

No sábado (10), ás 18h, George Gepp, barista da São Braz fará a primeira parte de uma apresentação sobre café. Na sequência, as 19h30, o chef Paulo Machado explora o Pantanal e seus sabores. E ás 21h, o chef mineiro Mario Portela apresenta “carnes brasileiras – a moderna técnica primitiva”. Fechando a noite, ás 22h30, o chef paraibano João Barreto apresenta “Cozinha dos Orixás”.

O palco da Praça no domingo (11) será o cenário da apresentação do teatro infantil, ás 18h. No mesmo horário, George Gepp, barista da São Braz fará a segunda parte da sua apresentação sobre café. Já ás 19h30, Mariana Nascimento apresenta “Mini Chef Mari – Adoçando a Vida”.  As 20h30, a chef Help, da Pipa, convida Maria Alves para um papo na cozinha. Na sequência, ás 21h30, a chef Barbara Isabaux ensina a fazer saborosos doces caseiros. Finalizando a programação da noite, ás 22h30 tem o concurso “O Melhor Feijão da Pipa”. 

Da segunda (12) a quarta (14) será realizado o Concurso Novos Talentos, dividido em três categorias (petisco, prato principal e sobremesa) com a participação de 12 duplas (quatro em cada segmento) formadas por estudantes de gastronomia e do curso de cozinheiro profissional. 

Na quinta (15), o tema da oficina da chef Luana Fernandes será “Comida de Boteco”, ás 18h. Em seguida, as 19h30, a chef Cristiana Tito apresenta “Cozinha Funcional Prática” e às 21h, o chef Valdir Araújo mostra o melhor da Cozinha Caicoense. As 22h30, a sommelier Fabiana Dall Onder fala sobre vinhos saudáveis.

O sommelier Fellipe Cesca, da vinícola Miolo inicia a noite da sexta (16), com a oficina “Terroirs do Brasil: redescobrindo os vinhos nacionais”. Já ás 19h30, o chef Walter Gomes apresenta a branca riqueza da caatinga. As 21h, o tema da oficina da chef Marthina Zoz será “Sobremesa: sabor e textura”. No finzinho da noite, ás 22h30, Carla Correia, cozinheira e treinadora comportamental, fala sobre “O Sabor da Mente - Como o nosso cérebro entende a gastronomia”.

No sábado (17), ás 18h, a chef Marcela Martins apresenta “O Dolce far niente – Sabor e prazer”. Já ás 19h30, tem a oficina “Da mesa ao tabuleiro: Gastronomia do Seridó”, com o chef Warison Albino. Depois, ás 21h, o chef carioca André Nogal apresenta “Brasil Latino”. Encerrando o festival, ás 22h30, o chef Alex Floyd fala sobre “Modernidade Brasileira”. 

Cristina Lira - Assessoria de Comunicação
Share:

Programação especial lembra o Dia Mundial do Turismo em João Pessoa

A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), em parceria com representantes do trade, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Iesp iniciam nesta segunda-feira (21) uma série de atividades alusivas ao Dia Mundial do Turismo, que transcorre no próximo dia 27 (domingo). A Semana do Turismo terá início com um City Tour com os alunos do Curso de Turismo das universidades pelos principais atrativos turísticos de João Pessoa.

De acordo com o diretor de Marketing da PBTur, Luciano Lapa, o objetivo das atividades alusivas à data é destacar a importância da cadeia produtiva do turismo para a economia, o desenvolvimento social e cultural do estado.  Ele explica que, por intermédio do turismo, a economia criativa torna-se uma estratégia de sobrevivência em tempos de crise.

Lapa adiantou que estão programadas palestras, visitas ao Centro de Convenções de João Pessoa e city tours. “Nossa intenção é mostrar à sociedade a importância desse segmento para nossa economia. Hoje o turismo é uma importante ferramenta para a economia paraibana, gerando empregos, impostos. Por isso decidimos promover essa semana de atividades envolvendo todos os agentes inseridos na cadeia produtiva, desde a academia ao hoteleiro”, disse. 

Programação – Nesta segunda-feira (21), ocorre o City Tour com os alunos do curso de Turismo do Iesp e UFPB. A saída do ônibus está prevista para acontecer às 14h30, em frente à sede da PBTur, no Centro Turístico de Tambaú. Luciano Lapa avisa que será uma oportunidade de interagir com os futuros turismólogos, profissionais que serão profissionais do setor. “Alguns serão guias de turismo, outros técnicos que atuarão em empresas privadas ou públicas. Os jovens terão a oportunidade de conhecer os principais atrativos turísticos da nossa capital”, disse.

Na terça-feira (22) pela manhã, acontece uma visita técnica ao Centro de Convenções de João Pessoa. O grupo de estudantes será recepcionado pelo gestor Ferdinando Lucena, e também pelo coordenador de Marketing da PBTur, João Wharles. A intenção é apresentar o equipamento recém inaugurado em todos os seus detalhes técnicos e arquitetônico.

Seguindo a programação, na quarta-feira (23), os alunos universitários irão conhecer todas as instalações do Centro de Turismo e Lazer do Sesc Cabo Branco. A visita acontecerá pela manhã, e está programada uma palestra sobre ‘Operação e Funcionamento das Agências de Turismo no Mercado Atual’. A facilitadora da palestra será Ana Virginia Aragão.

A Semana do Turismo termina na segunda-feira (28) com uma Mesa Redonda no auditório do Iesp, localizado na BR-230, km 14. Luciano Lapa informa que o debate contará com representantes da PBTur, Abav-PB, SingTur (Sindicato dos Guias de Turismo da Paraíba), Abrasel-PB, ABIH-PB e Convention Bureau. “Será uma oportunidade de debatermos temas ligados ao setor”, observou.

Secom-PB
Share:

Abrajet PB promove reunião e jantar elegante no Roccia Contemporânea

A vigésima segunda reunião da atual diretoria da Abrajet PB, sob a presidência do Jornalista Rogério Almeida  foi realizada com um jantar de alto nível preparado pelo chef Onildo Rocha na noite de terça (17 de setembro) no Restaurante Casa Roccia Contemporânea. 

O Chef Onildo Rocha preparou um menu especial com o nome impresso de cada jornalista e que teve como entrada peixe com feijão verde e pratos principais Camarão com arroz vermelho e bisqué, e Carré de Cordeiro com batata doce e roti e como sobremesa bolo de macaxeira com sorvete de queijo de cabra e caramelo de rapadura.

 Foi aprovado o balancete final do XXXI Congresso Brasileiro de Jornalistas de Turismo realizado em João Pessoa bem como a data e local de entrega do Troféu Waldemar Duarte dos Melhores do Ano no Turismo que acontecerá em dezembro.

Serão homenageados 10 pessoas e entidades que se destacaram no turismo- Chef Victor Sobral (Tasca da Esquina), Memorial do Maior São João do Mundo (Cléa Cordeiro),  Regina Amorim (gestora de turismo do Sebrae-PB), PBTur,  Centro de Treinamento e Mergulho Mar Aberto (Ismar Just), Clube Turismo,  Deputada francesa Isabelle Attard, de Bayeux (França), Guia Mundo Receptivo,  Coral Meninos de Lucena (Rejane Pinto) e  Condutores do Lajedo Marinho (Boqueirão-PB).

 A apresentadora de TV e abrajeteana Thereza Madalena fez a saudação ao chef. pelo elegante jantar.

Assessoria
Share: